547359137009897891

E aí galera, tudo bom?

Ando meio sumido por aqui, né? Final de semestre, vocês sabem como é. A gente não aguenta mais olhar pro nosso amigo, nem pro professor, e quem dirá pra tia do xerox que tira nosso sagrado dinheirinho universitário. E pra esses momentos que a gente escuta, na hora daquela aula chata, a palavra da salvação: “Partiu Havana?”

Ahhhh seu filho da PUC!!547359137009897891

O mais famoso bar da Imaculada Conceição está há mais de 10 anos alegrando os universitários da PUCPR e de toda a região central. E nessa sexta-feira o local ficará ainda mais atrativo, com um evento organizado pelos próprios alunos para comemorar o fim do semestre e ter uma desculpa para reunir os amigos para uma boa conversa e uma cerveja, a famosa “bera”, geladinha. Nada de novo, não é mesmo? Até porque tem gente que visita mais o Havana que a própria sala de aula.

O evento contará com um campeonato de truco e as inscrições podem ser feitas a partir das 10 horas da manhã, com a contribuição de R$ 10,00 para custear o prêmio final, um engradado com 12 beras trincando entregues pelas mãos da Tia Linda, a dona do bar!

Mas para quem não sabe jogar, tem outro sorteio no evento do Facebook (clica aqui), é só marcar os amigos, compartilhar o evento, chegar no bar e dar o nome para os organizadores. E claro, torcer mais do que torceu para não pegar aquela DPzinha. O sorteio oferece seis litrões de cerveja. Eu ouvi a voz dos anjos?????

Para as acadêmicas terão rodadas de cachaça 51 na faixa. E para aquele amigo que não curte cerveja, mas que adora um bom destilado, terão opções de caipirinha de frutas, exclusividade do cardápio do evento.

Nesse dia, as mesas estarão mais disputadas que aquele décimo a mais na média, e por isso o Havana estará aberto a partir das 9 horas.

**A estrutura é composta por dois decks para os clientes aproveitarem o melhor dos dias de sol, um espaço interno com televisores tocando um bom rock ou o melhor do esporte nacional e internacional e um espaço externo com área para fumantes.**

 

Endereço: R. Imaculada Conceição, 1206 – Prado Velho / Curitiba – PR

Horário: 9:00

NOSSAS REDES:

Oficial:

Instagram: @bar.havana

Não-Oficial:

Facebook: www.facebook.com.br/havanadadepre

Bora beber, festejar e rir -ou até chorar- daquela DP que se aproxima.

Aguardo vocês lá, ein?

Beijos,

 

Gabriel Morente

 

Desde muito pequeno, sempre fui uma pessoa conectada. Estava sempre com uma câmera na mão fotografando tudo o que via pela frente, e vivia fazendo ensaios fotográficos amadores com minha irmã. Quando entrei na puberdade, os hormônios começaram a explodir e as malditas espinhas chegaram. No começo, eu não ligava. Segundo meus pais, era coisa rápida, logo passava. E eu fui levando, até porque, no começo não eram muitas. Era uma aqui e outra ali.

Chegou o tempo que começaram a se intensificar. Meu rosto virou um poço de oleosidade e era cheio de acnes para todos os lados. E isso, além de começar a afetar a saúde da minha pele, começou a afetar minha auto-estima. Eu trabalho com minha imagem e aquilo estava me prejudicando muito. Reclamava várias vezes para meus pais que aquilo estava me deixando mal, e eles continuavam com a ideia fixa que aquilo era normal. Até que um dia não aguentei mais e pedi para que me levassem para um dermatologista. Eu não estava mais aguentando a ideia de me olhar no espelho e estar infeliz com o que via. Minha pele pedia socorro.

E  começou a busca incessável para procurar o melhor profissional para acabar de uma vez por todas com essas malditas. Foi quando me indicaram o Dr. Eduardo Figueiredo, um dos melhores dermatologistas de Santa Catarina.

Minha primeira consulta foi tranquila, ele tirou todas as minhas dúvidas. De início ele não me receitou o Roacutan, e sim um medicamento mais fraco chamado Tetralysal. Era fase de teste, ele não poderia me receitar um dos medicamento mais fortes que tem sem antes tentar resolver o problema com medicamentos mais fracos. Tomei o Tetralysal durante dois meses, houve sim um pequeno resultado, mas não o esperado. Minha pele ainda continuava muito feia.

roacutan post

Foto do meu rosto após a primeira semana.

Foram tentativas falhas para tentar combater a minha acne. Após uma conversa com meu dermatologista, ele me disse que a melhor maneira seria fazer o uso da isotretinoína. Eu tinha muito receio de tomar o remédio, porque já tinha visto inúmeros relatos de outros usuários do medicamento e sabia que ele seria muito agressivo ao meu corpo. Mas como eu queria me livrar logo disso, não tinha escolha. Antes de fazer o uso, tive que fazer um exame de sangue para ver se o meu corpo estava apto a receber o medicamento.

Depois da realização do meu exame, eu estava totalmente aprovado para o uso do medicamento. Comecei com um comprimido em dias alternados durante sete dias, após os sete dias, comecei a tomar dois comprimidos após o almoço. É importante ressaltar que o medicamento é forte, então é melhor você tomar após a refeição mais forte que você tem no dia (no caso o almoço) pois o remédio durante o dia pode te trazer alguns efeitos colaterais. Lembrando que: não são todas que podem fazer o uso desse medicamento, e que mesmo você estando apto a toma-lo, você é obrigado a assinar um contrato de responsabilidade.

VALORES:

Antigamente o tratamento era muito caro, e apenas famílias burguesas conseguiam fazer o tratamento. Pasmem, mas o preço de uma caixa de isotretinoína já chegou a de um salário mínimo. Hoje o medicamento se tornou mais acessível, porém, ainda continua sendo um tratamento caro. Vou citar alguns dos meus gastos durante o tratamento, ressaltando que isso é uma base do que EU gastei.

Dermatologista: R$: 200,00 por consulta ¹/² vezes no mês

Exame de sangue: R$: 30,00 /Mês

Remédio: R$:200,00 Duas caixas/mês

Bepantol lábial: R$: 28,00

Protetor solar: R$: 161,00

Cleasing Cream: R$: 88,00

Pomada noturna: 69,00

SALDO FINAL: R$: 776,00/mês

EFEITOS COLATERAIS: 

Começou com uma insonia horrível, passava mais de vinte e quatro horas sem dormir. E quando o sono vinha, eu simplesmente hibernava. Após isso, comecei também a perder muito cabelo. Muito mesmo, de ter que varrer a casa todo dia porque tinha muito cabelo pelo chão. Meus lábios começaram a ressecar muito, muitas vezes, quando ia puxar um pedacinho de pele, acabava arrancando todo o couro dos lábios, fazendo meus lábios pegarem fogo e sangrarem muito. Meu humor começou a  ter ápices de felicidade, e minutos depois, de tristeza. Fiquei muito sensível durante meu tratamento. Me sentia muito fraco.

RECOMENDAÇÕES:

Eu não podia me exercitar por mais de quarenta minutos por dia, sempre tive a supervisão de um profissional da Fitspace Academia que sempre estavam me orientando para eu não me machucar ou passar mal no meio de um treino. Eu não podia forçar meu corpo, eu estava muito fraco. A prática de exercícios durante o tratamento é importante, pois precisamos nos fortalecer, porém não é permitido exageros e uso de algum tipo de suplementação, pois a mexem com os nossos hormônios e pode trazer efeitos reversos. Também era aconselhado ficar o menor tempo possível de baixo de sol, pois a pele estava muito fina e isso podia prejudicar. O uso do protetor solar era essencial, até mesmo dentro de casa, por conta das lâmpadas. A hidratação dos lábios era algo frenético, pois meus lábios foram a parte do corpo mais prejudicada durante o tratamento. O uso de bebida alcoólica é praticamente proibido, é permitido por exemplo, uma taça de vinho, ou menos disso. O remédio trabalha também no figado, e se foi ingerido álcool, pode dar um efeito não muito bacana.

Espero que eu tenha respondido alguma das curiosidades de vocês. Caso vocês tenham alguma dúvida, deixa aqui nos comentários que vou adorar responder.

*Este post retrata a minha experiência com o medicamento, assim, não me responsabilizo por atitudes de terceiros. Procure um dermatologista*

Beijos,

Gabriel Morente.