man-937384_960_720

 Nesse primeiro post, decidi desabafar com vocês. Isso me fez uma tremenda falta, sabia? Mas, em tão pouco tempo, tanta coisa aconteceu que vocês nem imaginam. Poucas pessoas sabiam disso e eu estava bem receoso, não sabia se compartilhava ou não. Entretanto, escolhi compartilhar e tenho certeza que isso pode servir de motivação para algum de vocês, preparados?

Passei por alguns problemas durante o ano passado e isso fez com que eu chegasse a seguinte conclusão: eu precisava recomeçar.

2015 foi um ano de grandes choques na minha vida. Eu costumava fugir muito dos problemas, acabava guardando tudo pra mim e aquilo foi me corroendo de uma forma tão grande, que chegou a determinado momento que eu já não era mais a mesma pessoa. Eu estava me transformando em uma pessoa amarga, rancorosa e fria, o que nunca fez parte da minha personalidade.

Não importa o que eu fizesse, já não me contentava mais. Sempre gostei de sentar no sofá na sala da minha casa e passar horas escrevendo posts para vocês, sair com meus amigos para falar bobagens ou, até mesmo, sair com minha família em um sábado a tarde como sempre fazíamos. Todavia, nos últimos tempos, nada mais tinha graça.

Não queria mais sair de casa, e a tristeza tomava conta do meu coração. Joguei todos os meus projetos, que não eram poucos, pro alto. Eu literalmente havia chego ao fundo do poço.

Comecei a desabafar muito com o Thiago, ele é uma grande inspiração para mim, tanto na vida pessoal, quanto na profissional. Ele me chama de repetitivo, de dramático, mas ele sabe o bem que me faz. Em agosto fui a um evento com ele, e quando ele me abraçou, mal sabia que eu havia chorado a noite inteira por simplesmente não estar correspondendo as expetativas que ele impunha a mim. Ele me motivava tanto e eu não conseguia compensar. Isso me matava a cada dia. Ele sempre acreditou em mim e no meu potencial, e isso me fazia sentir um pouco mais tranquilo. Sabia que ele não me abandonaria em um momento tão difícil quanto o que eu estava passando. Mesmo muitas vezes ele dizendo que certas coisas eram frescura. E eram mesmo, rs. Mas quando estamos no fundo do poço, qualquer coisa pequena se torna uma avalanche.

E foi quando eu decidi conversar com minha família, eu não estava aguentando mais. Eu chorava todos os dias, me trancava no quarto só para não precisar ter contato com ninguém. Eu me sentia sozinho, mesmo tendo a companhia da minha família e dos meus amigos. Pessoas que sempre quiseram meu bem. Apesar da minha aparência física não demonstrar, eu estava destruído. Escondia de todo mundo para não causar preocupação.

E nessa conversa, contei tudo que estava acontecendo na minha vida. Ficaram surpresos. Não imaginavam que tanta coisa havia acontecido na minha vida em tão pouco tempo. Começaram a entender o motivo do meu estresse repentino, das minhas crises e de tudo que estava estranho em mim. Eu havia me livrado de um grande peso.

Rolando meu feed de noticias quando me deparei com a postagem de um homem chamado Sebastian Bonhomme. Eu não me lembrava dele, mas ele estava em meu círculo de amigos de Curitiba. Tentava me lembrar de onde ele havia surgido e não tinha sucesso, só poderia ser coisa do acaso. Abri o perfil dele na rede social e comecei há ler um pouco sobre seu trabalho e aquilo foi me fascinando, me encantando muito. Pra quem não sabe, o Sebastian tem um método chamado “Faça acontecer”. E talvez ele ainda não saiba, mas ele foi peça principal para eu estar voltando para o blog hoje. Eu coloquei um legado na minha vida: Eu vou fazer acontecer, independente dos desafios impostos. Sou mais forte que todos os meus problemas e eles não vão me fazer desistir mais uma vez dos meus sonhos.

Desde dezembro venho trabalhando junto com maravilhosos profissionais para que mais um sonho se concretizasse. Que eu pudesse dar a volta por cima dos meus problemas e voltasse a trabalhar nos meus projetos. E além do Thiago, do Sebastian, tive também o apoio da Gabriela, do Felipe, ambos da B!Storytelling e que são essenciais no meu aprendizado diário. A parte do layout ficou por conta da Jéssica e do Bruno, que foram extremamente pacientes comigo e aturaram todas as minhas trocas de ideia e pedidos de alteração. E não menos importantes todos os blogueiros que fizeram parte do projeto secreto que vocês logo vão entender tudinho. Obrigado a todo mundo que me acredita no meu trabalho, no meu potencial. Eu não estaria aqui se não fossem vocês. Obrigado aos meus seguidores que todos os dias me mandam mensagens de carinho e que me motivam cada dia mais.

E você, já passou por uma história parecida em que decidiu desistir de tudo e recomeçar? Conta pra mim aqui nos comentários. História boa é história compartilhada. Vou adorar ler as histórias de vocês.

Enfim, isso aqui já está uma enciclopédia de tão grande. Espero que vocês curtam muito nosso novo cantinho e que possamos comemorar, juntos, novas vitórias!

Sejam bem-vindos e bora fazer acontecer!

Beijos,

Gabriel Morente