76f41fd0-8dce-0131-a8b7-6e064275eb7f

Me mudei aqui pra Curitiba faz um mês, e nesse um mês que estou aqui, parei pra pensar um pouco na minha vida e em tudo que estava acontecendo. Talvez tenha sido a escolha mais sensata que fiz, apesar de gostar do que faço, eu estava com o meu piloto ligado há muito tempo e isso estava me esgotando.

Rolando meu feed de notícias me deparei com um vídeo do Allan Costa onde ele fazia a seguinte pergunta: Qual foi a última vez que você desligou o seu piloto automático?

Tudo tão turbulento que eu não conseguia parar pra escrever e fazer algo de qualidade pra vocês. E pra mim, se não for pra postar algo muito bom, prefiro não postar. Minha rotina pré e pós mudança estava de uma maneira tão louca. As últimas semanas estavam sendo uma tremenda correria, terminava de fazer algumas coisas com o sol raiando.

Meu corpo pedia descanso. Eu estava irritado, não conseguia dar conta de tanta coisa pra fazer em tão pouco tempo.

Decidi me desligar. Tirar algumas férias do mundo virtual e cuidar de mim mesmo. Fazer aquele negócio que todo mundo tem que fazer sabe. Aquele negócio do viver? E não é que deu certo?

Vivemos em uma era digital, onde quem não está conectado, é ultrapassado. Mas parei pra pensar, antigamente as pessoas não tinham toda essa loucura de internet e continuaram vivas e de quebra, cheia de histórias pra contar. Elas realmente sabiam o verdadeiro significado da palavra viver.

Quantas vezes você não estava reunido em uma mesa de bar com amigos e todos não largavam o celular? Vocês deixaram de viver um momento único, onde podiam compartilhar boas risadas, histórias e experiências, para simplesmente ficar vidrado na tela de um smartphone.

Uma boa gargalhada em meio a mesa do bar é algo maravilhoso, faz bem. Escutar novas histórias é maravilhoso, elas movem o mundo e sempre nos oferecem algum aprendizado.

E como dizia um sábio: cante, chore, dance, ria e viva intensamente, antes que a cortina se feche e a peça termine sem aplausos.

Viver intensamente é meu novo lema, e espero que seja o seu também!

 

Beijos,

Gabriel

 

 

 

 

 

 

 

 

4 Thoughts on “Viver intensamente

  1. Daniela Campos on 1 de março de 2016 at 11:57 said:

    Adorei, perfeito texto, vou pensar muito sobre isso que você escreveu pois estou precisando dar um up na vida, mudanças sempre são bem vindas né??? Beijos querido!!!

  2. Tamires Souza on 8 de março de 2016 at 03:17 said:

    Muitas vezes estamos tão conectados que não damos o devido valor às coisas que acontecem ao nosso redor. Texto muito bom para refletir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Post Navigation